terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Polenta com molho de legumes


Cozinhar para mim tem um efeito terapêutico. A escolha dos ingredientes, cortar, picar separar, temperar, as cores dos vegetais, o barulho do alho a estalar no azeite, o borbulhar de um aromático molho a ferver tem o poder de me descontrair, distrair e animar. Quando mexo uma mistura num tacho com a colher de pau sinto-me uma autêntica feiticeira (não daquelas de verruga no nariz, é claro!). O volteio da colher tranquiliza-me e faz a minha imaginação voar...É preciso muito cuidado se houver outro tacho ao lume, porque provavelmente poderá ficar em perigo nestas divagações mágicas. E foi o caso de hoje, ao mexer a polenta, quase que ia ficando sem o molho... 
E vocês também são assim? Eu sou muito sonhadora, facilmente entro em modo “levitar” acordada e monto autênticos filmes na minha cabeça…O pior é quando a comida torra-se ou quando nos pisam os pés, descer à Terra rapidamente custa tanto!
O que vale é que tenho um querido com pés assentes no chão que segura o meu fio condutor para que eu não voe desgovernada. “Cheira-me aqui um pouco a queimado!”, “Cuidado, olha que essa situação é perigosa!”, são frases habituais. Ainda bem que tenho um anjo perto de mim!

Ingredientes para a polenta:
(Rende umas cinco doses)
1 chávena(chá) de farinha de milho amarelo
5 chávenas(chá) de água
2 dentes de alho
2 colheres(sopa) de azeite extra virgem
1 folha de louro, sal e pimenta preta
"Cobertura"
Azeite para pincelar e temperos a gosto(eu usei pimenta preta, alecrim, tomilho e orégãos secos,  alho em pó e levedura de cerveja)
Preparação:
Colocar a farinha de milho numa taça e misturar com 1 ½ chávena de água deixando hidratar por cerca de ½ hora. Entretanto picar o alho em pedaços pequeninos e leva-lo ao lume com o azeite para murchar. Juntar a restante água, temperar com sal, pimenta e a folha de louro. Quando ferver, retire o louro e misture aos poucos a farinha de milho, mexendo sempre com uma colher de pau por cerca de 20 minutos, ou até que a mistura fique numa espécie de ponto de estrada: ao passar a colher vê-se o fundo do tacho e a mistura começa a borbulhar. Despeje a polenta numa travessa untada com azeite. Deixe arrefecer um pouco para ganhar uma película. Pincele com azeite e polvilhe com ervas secas a gosto. Queimar com um ferro apropriado para o leite-creme, para que fique com uma crosta levemente caramelizada (cuidado com as labaredas!). 
Quem não tiver este utensílio, penso que se levar a travessa ao forno com a opção de grill por alguns minutos deve conseguir um efeito parecido.

Molho de legumes
Faço muitas vezes este tipo de molho com as mais diversas variedades de legumes que tiver ao dispor e que a minha imaginação mandar combinar, por isso vou descrever apenas o modo como fiz, as quantidades poderão ser adaptadas para a situação pretendida.
Basicamente faço um estufado com cebola fatiada, alho picado, azeite e cenoura aos cubinhos. Acrescento molho de tomate caseiro ou tomate sem pele. A partir daqui a mistura pode variar. Hoje acrescentei uns talos de acelga e couve que tinha reservado e feijão cozido. Temperei com pimenta preta, sal e louro. Misturo água, se necessário. Quando o molho estava pronto juntei algumas folhas de couve Sabóia em juliana, apaguei o lume e deixei o tacho tapado por 2 minutos. Servi com uma porção de polenta e algumas folhas de rúcula.
Super saciante, bom para aquecer a barriguinha com este frio!

15 comentários:

  1. PARA MIM UMA COMIDINHA DIFERENTE MAS QUE GOSTARIA MUITO DE PROVAR.
    TEM UM ASPECTO EXCELENTE.
    UM FELIZ 2012
    BJS

    ResponderEliminar
  2. Olá Lina!
    Espero que esteja tudo bem :)
    Aqui está uma refeição que me parece maravilhosa, tenho de experimentar :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Que delícia Lina, nunca provei mas tem bom aspecto.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Lina querida sabe que hoje fiz polenta também? Mas nem tirei foto, e se tirar agora não tem graça, a foto com meia polenta seria esquisito rsrs
    Gostei por demais desse crosta que fez nela, ficou linda e o molho de legumes está tentador. Combinaçãoém viajo as vezes quando estou com panel perfeita. Adorei essa refeição.
    Ah!! tambas ao fogo e por causa dessas minhas viagens já queimei muitas receitas kkkkk
    Bjos querida

    ResponderEliminar
  5. Oi, Lina!

    Ai, que inveja! Também gostaria de ser uma feiticeira (não daquelas da verruga, kkk).
    Acho bacana demais a arte de cozinhar, mas, infelizmente, sou totalmente desprovida desse talento. Porém, sei apreciar bem o resultado desse trabalho, kkk
    Também sou sonhadora, também levito vez em quando, e também sinto o impacto da queda, mas, há sempre um anjinho por perto, né?
    Feliz 2012, amiga!

    Paz e Bem!
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
  6. Gosto disto! :)
    Já não faço polenta à um bom tempo. Deu vontade de comer. :p

    ResponderEliminar
  7. Oi Lina,que saudades!Fiquei feliz com a sua visita.
    Eu estava afastada do blog,mas agora eu estou voltando! rs
    Primeiro quero desejar um Feliz 2012 pra você e familia.
    Amiga,eu gosto demais de polenta e com esse molho de legumes é perfeito para uma refeição mais leve,principalmente pra depois das festas de fim de ano.
    Boa noite querida.
    Beijos
    Ivani

    ResponderEliminar
  8. Pois eu faço pior deixo as panelas ao lume e vou divagar para outras freguesias e o meu anjo há tempos acordou da sesta em pânico quase sufocado pelo fumo e eu estava fechada com o meu menino no quartinho dele e não dava por nada hehe
    Quanto á polenta já ouvi falar, mas nunca comi nem vi por perto, mas parece-me bem :-)

    ResponderEliminar
  9. Que delicia!
    A mim não me cheira a queimado, cheira-me a comida booooooooaa!!
    Também sou assim como tu, divago com frequencia, noutras frequências. Mas! Não queimo nada :) "Sicalhá" não vôo tão longe, será?

    Uma coisa é certa o vegetarianismo dá-te asas. Enquanto que a alimentação carnivora, prende-te o corpo às vibrações densas da matéria.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderEliminar
  10. Lina!
    Um próspero 2012 para toda a família! Com muita polenta ligeiramente tostada (parece-me bem! :) , muita comidinha vegetariana boa e muitos sonhos, concretizados!

    Muitos beijinhos
    Isabel

    ResponderEliminar
  11. Eu tb ando sempre a levitar. Não serás do signo aguário como eu? Agora esquece lá a ferruga... Feiticeiras sim, mas sem ferrugas. A tua receita ficou bem ao meu gosto. Não sou vegetariana, mas faço muitas vz refeiçoes só de legumes. bjs e bom fds

    ResponderEliminar
  12. Olá, querida Lina

    No qual cada semente em FLORES de ouro abrindo...
    Em nossa mente árida ORVALHA TUA GRAÇA...

    Gostei muito dessa novidade que nunca provei... vou fazer amanhã mesmo pois já havia preparado os ingredientes da polentinha... gostei demais!!!
    Bjm festivo de paz

    ResponderEliminar
  13. EStes legumos fizeram este prato bastante apelativo
    Bjs e bim ano

    ResponderEliminar
  14. Que delícia !

    Nunca fiz polenta (eu chamo de angu !)com molho de legumes, mas com molho de carne de soja e queijo ralado. Muito bom ! Quando faço mais durinha - aí chamo de polenta ! - gosto de fritar.

    Simples, saudável, gostoso.

    Lina, coloquei seu blog na lista da Teia Ambiental 2012 que está na lateral do meu blog. Assim as pessoas podem procurar, nos dias 7 de cada mês, as postagens ambientais dos participantes.

    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Hummm, das sieht lecker aus ;o)), ich werde es nachkochen!
    Liebe Grüße
    Irène

    ResponderEliminar