terça-feira, 15 de março de 2011

Menu para o bebé

Quando tomei conhecimento desta iniciativa, do 1º tema sobre o nascimento, foi inevitável, e as primeiras lembranças que surgiram em minha mente foram as do nascimento da minha filha, vieram-me rapidamente as imagens do bebé fofinho que ela foi, e de como os dias passavam lenta e intensamente em torno dos rituais de cuidados daquele ser pequenino que encheu minha vida. Eu chegava a chorar de saudades antecipadas deste tempo que iria acabar um dia (pura deprê pós parto, que passou num instantinho).
Foi muito bom reviver esses doces momentos, ao desenvolver o tema para esta blogagem colectiva.

E como este é um blogue sobre culinária, trago hoje um menu especial para os bebés, uma receita tradicional e antiga, boa para variar e alternar com a sopinha e uma sobremesa utilizando uma fruta pouco usual nestas idades, a manga.

Farinha de pau de frango(a partir dos 9 meses)
Ingredientes - para 1 refeição
75 grs de peito de frango 
2 colheres(sopa) de farinha de mandioca
1/2 dente de alho
1 raminho de salsa
Um fio de azeite
Alho francês e cebola q.b.
1/2 cenoura raspada
1 pedaço de courgete(abobrinha) ou nabo raspado
Água q.b.
Preparação:
Cozer o frango em água junto com o alho e a salsa. Reservar o líquido da cozedura.Desfiar o frango.
Fazer um refogado leve com o azeite, a cebola, o alho francês e os legumes, tudo picado miudamente. Acrescente o  líquido da cozedura do frango. Desfazer a farinha de mandioca num pouco de água e juntar ao tacho, mexendo sempre e em lume brando, cozer por 2 minutos. Nesta fase pode-se juntar um bocadinho de salsa bem picada. Deverá formar-se um creme não muito espesso, ir juntando água se necessário. Acrescente o frango desfiado e se o bebé tiver mais de 12 meses, poderá temperar com uma pitada de sal.
Esta receita pode ser feita também com peixe magro ou ovo batido(a partir dos 12 meses).
As crianças e os adultos também costumam gostar deste prato, por isso porque não confecciona-lo para toda a família?

Sobremesa tropical (a partir dos 6 meses)
Ingredientes - para 1sobremesa
1/2 banana
1/2 manga
Preparação:
Misturar as duas frutas e reduzir a puré.

Leite materno: o meu testemunho
Antes de terminar esta mensagem não poderia deixar de referir a importância do primeiro alimento que todos os bebés, dentro do possível, deveriam usufruir: o leite materno. Eu alimentei a minha filha até aos 4 meses, exclusivamente com leite materno e mantive a amamentação ao peito até perto dos 18 meses, ela nunca soube o que era um biberão até ter 12 meses, altura em que o meu leite já não era suficiente para as suas necessidades. Esta fase foi muito importante para o seu crescimento, pois os anticorpos que lhe forneci através do leite mantiveram-na livre de doenças e o seu crescimento foi óptimo, nem gordinha de mais ou de menos. Abaixo transcrevo um texto que achei muito bom e sintetiza todo o valor deste alimento:

Do livro de receitas para bebés até os 3 anos: 1,2,3 uma colher de cada vez, de João Breda e Maria Antónia Peças,
"Os benefícios do leite materno
Os seios são constituídos por secções ou lóbulos que contem glândulas produtoras de leite. A presença de certas hormonas pode estimular a produção de leite que é transportado até os mamilos por canais minúsculos chamados canais galactíferos. Quando o bebé mama, agarra o mamilo e a aureola com a boca e, enquanto chupa , o leite corre através dos canais e sai pelos mamilos. O leite produzido sensivelmente durante os primeiros três dias chama-se colostro. Muito aquoso e parecendo pouco nutritivo, é altamente importante, pois é rico em proteínas e substâncias protectoras - anticorpos. O colostro é depois substituído  por leite maduro. Este leite tem um aspecto aguado e vai-se tornando mais forte.
A alimentação do peito é claramente a mais indicada para o bebé, pois o leite materno é o alimento mais completo para a espécie humana. Nele existem todos os componentes capazes de satisfazer as necessidades do bebé durante, pelo menos, os primeiros seis meses de vida. Além de conter anticorpos(defesas) que ajudam a proteger o bebé contra infecções e doenças, nomeadamente diarreias e constipações, é fácil de digerir, proporcionando ao bebé maior bem-estar.
Os estudos científicos dizem ainda que o leite materno protege de certas doenças do tipo alérgico, como a asma e o eczema. A temperatura a que o leite materno é disponibilizado ao bebé é a ideal, e pode-se mesmo dizer que tem uma "embalagem" protegida dos micróbios patogénicos. Ainda por cima é absolutamente gratuito, além de não precisar ser preparado. A amamentação ao peito contribui para uma melhor relação afectiva entre a mãe e o filho, além de ajudar o útero da mãe a contrair-se e a regressar ao seu tamanho normal em menos tempo. A produção de leite materno conduz ainda à mobilidade de gorduras da mãe que foram acumuladas para esse fim durante a gravidez e que se situam em áreas do corpo(coxas, ancas, seios) de onde será mais difícil remove-las caso não exista aleitamento materno."

Um abraço carinhoso a todos e vamos imaginar qual será o próximo tema...

28 comentários:

  1. Lina, estou aqui lendo seu texto na "véspera". Devido à diferença de horário, já posso me deliciar com as partipações dos amigos que estão longe.
    Obrigada por nos contar um pouco desse momento tão especial que é ser mãe.
    Ainda bem que sua depressão pós-parto passou rápido.
    Menina, você nos trouxe um cardápio completo para bebê.
    Amamentei os meus até 8 meses e foi uma experiência muito gratificante.
    Acompanhe os outros relatos e vamos formar um elo de congraçamento nesse dia.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  2. Olá, Lina querida
    Meu desejo de hoje é que uma chuva de bênçãos seja derramada sobre VC e outra chuva de pétalas de rosas orvalhadas...

    Revivi todas as papinhas da nestlé (fazia faculdade na época do primeiro filho)...
    Depois, das naturais para o segundo e terceira...
    Até do netinho caçula que cuidei muito...
    Quanto carinho se coloca em cada papinha!!!
    Como sabemos disso!!!
    Fantástica a sua forma carinhosa de descrever o cardápio e a delícia que é amamentar...
    As mamães meigas refletem o amor que explode em seu coração no que fazem e dizem...

    Carinhos fraternos em forma de orvalho sôbre pétalas de rosas...

    Uma santa e abençoada Quaresma para VC.

    Bjs natalícios

    ResponderEliminar
  3. Lina,
    Esta excelente o menu de bebe... Eu ainda hoje como umas papinhas que a minha mãe me fazia quando criança, e já tenho 44 anos (que vergonha). A típica papinha de bolacha maria, com banana e sumo de laranja hehehe. Também gostei da receita de sobremesa tropical, bem saudável tanto para bebes como para adultos. Acho que vou fazer hoje para mim ; )

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. é sempre muito agradavel ver em blogs postes com comida especial para bébes; pois temos tendência a pensar so nos adultos afibnal criança faz parte da vida de todos nos.

    Apesar de jà ter criança pequena em casa gostei imenso desses pratinho pois trazem muita nostalgia.

    Obrigado Lina por esta bela partilha.

    beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Olá Lina,
    Cheguei aqui através do blogue da Rute e embora eu já não esteja na fase dos bebés, vou recomendar estas preciosas informações a quem os tem.
    Um beijinho
    Lara

    ResponderEliminar
  6. Querida Lina,
    a gravidez e o parto mexem mesmo muito com a nossa sensibilidade, o choro é algo caracteristico das mães que não cabem em si de tremenda felicidade.
    Desde o primeiro momento em que a minha barriga começou a crescer que fiquei com as emoções à flôr da pele, de tal forma que quando recebi a noticia do problema dela, foi tipo choque, dai que secou o leite automaticamente.
    Mas concordo contigo, é super importante amamentar até o mais tarde possivel.
    Quanto ao teu menu, gostei imenso, até porque não conhecia essa refeição de Farinha de pau de frango.
    5 estrelas minha amiga.
    Mil beijinhos. Obrigada por tudo.
    Rute

    ResponderEliminar
  7. Parabéns por sua participação!Assim vamos interagindo através dessa coletiva,o qual tb participo,
    Boas energias,paz,saúde,e muito amor
    Bjs
    Mari

    ResponderEliminar
  8. Olá, Lina,

    Foi seguindo as indicações dos outros blogs, que participam da postagem coletiva de hoje que cheguei por cá, rsrs. Gostei do seu post, que resultou terno e útil. Eu também me engajei nesta postagem, mas o fiz através - não do meu blog de culinária - e sim de um outro que ficou abandonado por muito tempo, pois vi no evento também uma oportunidade de 're' nascimento deste blog.

    Um beijo!

    ResponderEliminar
  9. Lina,
    que delícias de comidinhas para bebês, o meu filho já é um rapaz. Mas me deu muitas saudades das comidinhas que eu preparava para ele, quantas mães precisam deste cardápio.
    Valeu minha querida pelo texto.

    Que Deus te abençoe!

    bjs,
    Andréa...

    ResponderEliminar
  10. Oi, Lina!

    É bom estar aqui. Parabéns por esse espaço, tão agradável.
    Toda mamãe de primeira viagem, é frágil, insegura, e ainda passa por esta depressãozinha... mas, ainda bem que tudo passa, e só fica a nossa emoção, e o nosso grande amor, pelos nossos bebês.
    Que idéia linda, de postar essas receitinhas para os pequeninos! Adorei.

    Um grande abraço
    Socorro Melo

    ResponderEliminar
  11. Lina que lindo post de hoje, é tão bom relembrar momentos mágicos e importantes de nossa vida, vc me fez lembrar do momento que minha filha nasceu, é um momento único e só nosso. Pena que passa tão rápido e eles crescem rapidinho, hj já é uma mulher, mas a lembrança fica dentro de nós por toda vida. Adorei as comidinhas para bebes, vou passar para mamães recentes que conheço... Bjo grande

    ResponderEliminar
  12. Que post tão rico! =D Gostei imenso da receita da sopa de frango e da sobremesa, ambas muitos boas e com a idade e tudo. E a explicação acerca do leite materno. É um super alimento e como algumas professoras nos disseram, torna a alimentação do bebé bem mais barata ^^' Tirando isto, continua a ser a melhor opção salvo algumas excepções. E se for tudo bem feito não doi, previne o cancro de mama e ainda ajuda a emagrecer os primeiros quilos após o parto.

    Daqui a uns meses vou ajudar eu a fazer consultas de gravidez eheh

    beijinhos!
    Marta

    ResponderEliminar
  13. Vou guardar essas receitinhas para o futuro, obrigada por compartilhar!
    Um abraço
    Léia

    ResponderEliminar
  14. Lina,

    Esse post me deu uma saudade de quando minhas filhas eram bebezinhas.
    Quantas sopinhas, que tempo gostoso.
    Gostei das receitinhas também.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Lina, como não lembrar com alegria dessas fofurinhas que somente felicidade nos dão? A sopinha parece bem apetitosa e mesmo não sendo ainda hora do almoço, abriu meu apetite!! Mas é claro que adulto pode comer sopinha infantil!! :) Beijus,

    ResponderEliminar
  16. Hum, que delícia de menu.
    Lembrar os nossos bebês é muito bom, os meus bebês já estão homens feitos, mas dá muita saudades desta fase de fazer sopinhas e mingaus.
    E é muito bom lembrar da importância do leite materno.
    beijos

    ResponderEliminar
  17. Que lindo post Lina, gostei muito de o ler, recordei também o tempo de bebé dos meus filhos, é sem dúvida das mais belas fases da vida de uma mulher!
    Um bejinho.

    ResponderEliminar
  18. Olá Lina,

    Que pessoa sensível você é, seu depoimento no início da postagem foi pura emoção!
    Adorei as receitas da sopinha e da sobremesa, me fizeram recordar dos meus tempos em que fazia minhas sopinhas para meus filhos.
    Eu era bem assim, fazia toda a comida deles com tudo fresquinho e bem saboroso, e o resultado é que hoje são crianças que comem de tudo, verduras, legumes e frutas.
    Parabéns pela matéria á respeito da importância do aleitamento materno, também amamentei minhas meninas até os 2 anos de idade, o meu menino já não deu(por ser prematuro ele não conseguia sugar, então eu retirava o leite com a bombinha e colocava numa chuquinha, mas este processo faz o leite secar rapidamente, diferente quando a criança mama direto no peito), mas foi muito bem explicada e completa.
    Foi muito gostosa sua postagem, me fez lembrar de momentos preciosos que aconteceram comigo também.
    Um grande beijo em seu coração!!!

    ResponderEliminar
  19. Olá Lina!
    Vim conhecer o blog e ler a postagem coletiva por indicação e achei uma beleza.
    Também tive uma rápida depressão pós parto, mas com tanto carinho e depois de pensar naquele bebezinho totalmente dependente, num instante fiquei boa e até só muita alegria. rs
    Xeros

    ResponderEliminar
  20. olá, vim pelo cheirinho fgostoso de café fresquinho. gostei demais daqui e voltarei sempre. boa semana

    ResponderEliminar
  21. Olá Lina!!Vim pela coletiva e já sigo péla delícia do cheiro de café!!!Parabéns pela postagem e tanta felicidade com bebês que amamos.Bjs no coração.

    ResponderEliminar
  22. Lina
    Prazer em conhecer um pouco de você e do seu blog. Cheguei (atrasadíssima) através da Blogagem Coletiva da qual também participo.
    Meu pequeno filhote já está com quase 21 anos, então essas receitinhas vou guardar para os netos, mas as receitas do blog vou usar bem rapidinho.
    um beijo

    ResponderEliminar
  23. Oi, Lina...que lindo como escreveste e como a as delicias das fotos estão apetitosas.Lembrou-me quando os meus filhotes eram bebês, que todo dia fazíamos uma sopinha fresquinha e eles adoravam e agora nem gostam mais...Lindo seu depoimento...Beijo

    ResponderEliminar
  24. Olá, Lina,

    Acabei de ler o teu comentário lá no meu blog sobre livros, e tive que vir cá te dizer que concordo inteiramente com as tuas palavras.
    Eu disse a mesma coisa à minha filha, quando ela comentou o post comigo, ou seja, que acho uma besteira as pessoas tentarem fugir à responsabilidade que um filho impõe, porque a vida trata de dar a elas outra responsabilidade igual ou maior, rsrs. É claro que nem todos que escolhem não ter filhos, o fazem por causa disso. Mas eu só consigo ver a vida como um jogo de desafios, e, na minha opinião, sábio é quem os enfrenta.

    Um beijo e, desde já, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  25. OLá...obrigado pela presença lá no Verseiro
    essa foi umas das blogagens coletivas que mais gostei, aqui no seu uma aula de culinária para as mamães de plantão...
    A amamentação é um lindo ato de amor que aproxima de forma profunda...é compartilhar afeto, ternura...
    Parabéns pela participação
    Um abraço na alma
    Beijo

    ResponderEliminar
  26. Que diferente: receitinhas para os bebês. Que delícia de criatividade, viu? Amei! Bjbjbjbj!!!

    ResponderEliminar
  27. Lina, obrigada pela visita, fiquei surpresa por você ter entendido bem o afeto que existe entre nossa família, somos muito unidos mesmo. Seja bem vinda sempre. Beijos.

    ResponderEliminar
  28. Adorei o seu post, sabe que sou apaixonada por comida de beb~e até aquelas de potinho kkkkk
    Bjinhus e bom restinho de semana!!!

    ResponderEliminar